Regulamento

MODALIDADES:

- EQUIPE DE REVEZAMENTO -   QUARTETO – “5” MARATONAS
- EQUIPE DE REVEZAMENTO - DUPLA - “5” MARATONAS

- SÃO JOÃO DA BOA VISTA - ÁGUAS DA PRATA - 26 KM

-BRAZIL135 -  SOLO - 3 (TRÊS) MARATONAS 

-BRAZIL 135 - SOLO - 5 (CINCO)  MARATONAS  

 

- CUT OFF AND DISTANCES 

 RACE

CUT OFF TIME

   

SJBV - AP

4 hs    
   

 

 

3 Marathon

24 hs

 

 

 

 

 

 

5 Marathon

48 hs

 Badwater Qualificação

 

5 Marathon

60 hs

 

 



1. CUMPRIMENTO DE DATAS E HORÁRIOS

1.1 – Todos os atletas devem cumprir o Programa Oficial.

1.2 - A LARGADA será realizada pontualmente às 10hs da manhã do dia 17 de Janeiro. NÃO SERÃO TOLERADOS ATRASOS. O atleta que não estiver presente na largada será considerado desistente.

2. OBRIGAÇÕES E DEVERES.

2.1 – Todos os atletas devem CONCORDAR em transportar o Athlete Device durante toda a prova. O Atleta que não concordar não poderá participar da Prova.

2.2  – Os  atletas deverão ter profundo conhecimento do KR Report”, emitido pelo Sistema NRG de Auditoria da Brazil 135.

2.3 – É obrigatório cumprir as distâncias a pé e a terem equipe de apoio. ( O Diretor da prova poderá autorizar a seu critério, a participação sem equipe de apoio ) - Veículos  poderão ser compartilhados por atletas  com autorização  do Diretor da prova.

2.4 – A hora e o local para o revezamento dos atletas são as seguintes:

- Todos juntos - Junto é Junto ( 50 metros afastados no máximo ): Da Largada até a cidade de Águas da Prata 

- Revezamento livre: após a cidade de Águas da Prata.

2.5 – Todos os atletas deverão cruzar a linha de chegada juntos.

2.6 – Os Atletas SOLO, em movimento, não poderão ter nenhum contato FÍSICO durante toda a corrida.

2.7 – É permitido aos atletas das EQUIPES DE REVEZAMENTO  todo tipo de ajuda e contato físico durante a corrida inclusive, andar-de-mãos-dadas, arrastar, carregar nas costas, nos ombros, na carcunda, empurar, puxar com corda, pau e qualquer tipo de objeto. O atleta poderá ser puxado ou empurrado pelas mãos, pés, pescoço, braços e qualquer outra parte do corpo. Moletas, cajados e todo tipo de apoio pode ser utilizado pelos atletas das EQUIPES.

2.8 – O Tempo final dos  Atletas poderá ser alterado, após  a análise do “Relatório do Atleta”.

2.9 –  Bicicletas poderão fazer parte das equipes de suporte.

2.10 – Walk Stick, Moletas, Cajados de todo e qualquer tipo são proibidos durante toda a corrida por parte dos Atletas SOLO.

2.11 – Atletas e membros das equipes devem ser cordiais, gentis, desportistas e discretos.

2.12 – SOMOS INVISÍVEIS: Nenhum lixo é deixado no nosso Caminho.

2.13 – Mostrar qualquer parte intima em público é Crime e o atleta estará sujeitos às sanções legais, além de ser DQ juntamente com  a sua equípe.

2.14 – Os atletas, seus familiares, seus patrocinadores e demais interessados,  se comprometem a divulgar os resultados pessoais e das equipes,  dentro das suas MODALIDADES. A Responsabilidade pela VERACIDADE das informações é do ATLETA. Caso exista alguma polêmica em relação ao RESULTADO/MODALIDADE em que ele participou, o Atleta será DQ independente da data da publicação do "resultado polêmico".

2.15 - Os Carros de Apoio deverão seguir de SJBV d-i-r-e-t-o para AP. Não poderão seguir os atletas nesse trecho de São João da Boa Vista para Aguas da Prata. 

3. QUESTÕES BUROCRÁTICAS E LEGAIS

3.1 – Todos os atletas e membros da sua equipe deverão assinar todos os formulários e entregá-los no Pré Race Meeting.

3.2 – Nenhuma empresa de transmissão de imagens (TV ou Filme) ou qualquer dos seus representantes, poderá acompanhar a prova sem a permissão escrita do Diretor o Comandante Mário Lacerda.

3.3 – Todos os atletas deverão pagar a taxas de 'Pedágio do Caminho da Fé' ou seja 3KG de alimento não perecível a serem entregues na Pousada do Caminho da Fé, em Águas da Prata, A/C da Sra. Tina. O atleta deverá apresentar à organização da prova, o recibo de entrega dos alimentos para a organização no Pré Race Meeting.

3.4 – O atleta deverá entregar na mesa do Caminho da Fé, R$ 5,00 por cada membro da equipe (incluindo o atleta) em um envelope da cor PARDA com o número do atleta e os nomes dos membros da equipe escritos no envelope, para a Reunião de Apresentação dos Atletas Pré Race Meeting. Este envelope não será devolvido ao atleta e será doado para o Caminho da Fé.

3.5 – Não serão permitidas a montagem de "pontos-comerciais" na reunião do Pré-Race-Meeting ( Congresso Técnico ), sem um acordo prévio com o Diretor da prova.

3.6 – Os atletas deverão permitir que sejam feitos testes anti-droga (urina) antes e depois da prova. Se alguma droga banida pelo USOC for detectada o atleta será desclassificado e será listado ao lado do seu nome'DESQUALIFICADO POR DOPING' na listagem final da corrida.

4. SEGURANÇA E QUESTÕES MÉDICAS

4.1 – Lembre-se o tempo todo que segurança é o mais importante durante toda a corrida. Isto significa a segurança do atleta, da equipe de apoio, da organização da prova e do público em geral é o mais importante . As estradas não estão fechadas para esse evento e de fato nessa época do ano elas são bastante movimentadas.

4.2 – O Atleta poderá receber auxílio médico/fisoterapeutico ou assistência hospitalar externa, em qualquer lugar ao longo da corrida, desde que não sejam ministradas nenhuma substância via intravenosa. O atleta deve estar PARADO para receber auxilio médico/fisoterapeutico e todo tipo de  massagens ou qualquer outro tipo de ajuda.

4.3 – Intravenosas de qualquer tipo não são permitidas durante a prova. Se um atleta tiver que receber intravenosa ele será desclassificado e caso termine o percurso esse não será considerado oficialmente.

4.4 – Atletas e acompanhantes noturnos deverão utilizar roupa refletiva , bem como LEDs durante a noite. Recomendamos que roupas refletivas sejam utilizadas também durante o dia.

4.5 – O atleta é responsável pela sua equipe e também por suas ações e vice-versa.

4.6 – Sempre olhe em todas as direções antes de atravessar a estrada. Lembre-se que os motoristas não esperam encontrar um corredor na estrada nem um veiculo estacionado. Recomendamos ao atleta só atravessar a rodovia em caso de extrema necessidade e aos membros da equipe o máximo de cuidado ao atravessar a rodovia. 

4.7 – Todos os centímetros do percurso deverão ser corridos pelo atleta. Caso ele erre o caminho ele deverá ser trazido para o ponto onde errou e retomar a corrida. Nenhum tempo extra será dado ao atleta que se perder no caminho.

Saindo da Corrida Temporariamente ou Desistindo da Prova

4.8 – Caso o atleta necessite se ausentar da prova temporariamente, o ponto onde ele saiu da prova deverá ser marcado com a fita de marcação fornecido pela direção da prova. Fita de marcação deverá ser colocado em um local, de forma que possa ser visto de todos as direções. Ao retornar o atleta deve entrar no mesmo ponto onde saiu da corrida.

4.9 – Em caso de desistência o atleta deverá informar ao diretor da prova ou a qualquer membro da organização a sua desistência. Esta informação poderá ser feita através dos telefones que serão fornecidos no dia do pré race meeting. O Nome, número e a razão pela qual o atleta desistiu deverão ser informados. Recomendamos que o atleta que desistir, bem como as suas equipes de apoio, venham para a linha de chegada e participar da festa de encerramento para celebrar junto com as outras equipes e atletas.

4.10 – Todos os custos de evacuação médica ou qualquer outro tipo de emergência médica correrão por conta do atleta ou sua equipe. A organização da prova não é responsável em nenhuma instância por essas despesas.

4.11 – Todo atleta que se ausentar temporariamente da prova sem ter marcado o local onde saiu, será considerado DQ.

4.12 – Todo atleta que se sentir prejudicado, poderá entrar com recurso ao Diretor da prova.

4.13 – Qualquer publicação em midia social (FB, Instagram, Twitter etc etc) referente a erros ou faltas esportivas, por parte de atletas ou da organização, sem o conhecimento PRÉVIO do Diretor da Prova, poderá desclassificar o atleta e sua equipe.

 

5. PREMIAÇÃO

5.1 – NÃO HAVERÁ PRÊMIOS MONETÁRIOS PARA OS ATLETAS QUE TERMINAREM A PROVA.

ATLETAS FINALISTAS de TODAS AS CATEGORIAS  

 

NÃO HAVERÁ TROFÉUS DE NENHUMA ESPECIE PARA OS ATLETAS SOLO OU EQUIPES.

 

6. CUMPRIMENTO DO REGULAMENTO E PENALIDADES

6.1 – As regras existem para dar oportunidade e igualdade a todos os atletas e também para garantir que a Ultramaratona Brazil135 possa ser realizada nos anos seguintes.

6.2 – Todas as infrações relacionadas com desonestidade, agressão ou estupidez entre atletas ou de atletas para os membros do Staff da corrida, desclassificarão o atleta imediatamente.

6.2.1 – Divulgar os resultados da corrida sem considerar a sua MODALIDADE, conforme descrito no item 2.14, será considerado desonestidade.

6.3 – Outros tipos de infração decorrentes da análise do “KR Report”, serão penalizadas a critério do Diretor da Prova. O critério básico será o de aumentar o tempo do atleta em “x” horas.

6.4 – As penalidades de tempo serão cumpridas alterando-se os tempos na planilha da linha de chegada.

6.5 – O Diretor da prova tem a autoridade de a qualquer momento cancelar, modificar ou inventar uma nova regra baseada em qualquer imprevisto ou fato singular com o intuito de manter a integridade da prova, bem como a igualdade das regras para todos os atletas. O Diretor da prova tem total autoridade de mudar tudo, apesar das regras e suas interpretações. Não existirá 'recursos' em relação às decisões tomadas pelo Diretor da Prova. Todas as pessoas, atletas e membros de equipe, ao participarem da prova aceitam essas condições integralmente.

6.6 – Em todas e quaisquer circunstâncias o que vale nessas regras é o espírito esportivo que as regem, e a intenção do Diretor da Prova é fazer com que a Br135 seja melhor, a cada ano, para todos aqueles que participem da prova, independente da forma de participação.

Nosso lema é : D I V I R T A - S E     E    M A N T E N H A - S E     S O R R I N D O